Pensando em uma mente artificial

Mas será que a mente artificial pode existir, como um software autônomo e consciente, ou ela será sempre uma simulação?
Para mim, esse software pode ser criado, como um simulador ou independente do paradigma humano, mas ele nunca conseguirá duplicar a nossa própria consciência, que é a base, no mínimo, dos nossos pensamentos mais nobres, em nossa mente. Dessa forma, não seria objetivo dos engenheiros da computação duplicar a consciência humana, mas apenas criar uma artificial, complementar, buscando contribuir para a evolução humana.
Assim como um avião nunca será igual a um pássaro, o mais relevante é que os dois aprenderam de alguma forma a voar.
O paradoxo dessa abordagem é que talvez no futuro os homens melhorem sua consciência, aprendendo com a própria consciência artificial, se ela se mostrar mais evoluída e eficaz, para a nossa própria evolução.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s