Quanto melhores os sensores, melhores as percepções, melhores os processos cognitivos e melhores os resultados

Muito se foca em dados nas áreas de Ciências de Dados e Inteligência Artificial. Nada contra isso, e existe uma boa lógica relacionada ao potencial de aprendizado, principalmente supervisionado, principalmente para padrões que mudam pouco ao longo do tempo. Mas um bom caminho, na minha opinião, e que recomendo para alunos e clientes na área de robótica e análise automática, como sistemas de Advanced Analytics,  é não esquecer de melhorar seus sensores. Afinal, em tese, quanto melhores os sensores, melhores as percepções, melhores os processos cognitivos e melhores os resultados. Evidentemente, toda regra tem exceções, e podemos até encontrar casos onde já exista uma saturação de sensores, ou redundância de dados e informações, mas é melhor enfrentar isso do que ser surpreendido, com análises geradas a partir de dados incompletos ou até mesmo errados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s